12.5.15

Presidente Do Uruguai Entregou Que Lula Sabia E Nada Fez Sobre Seus Mensaleiros Do PT?

"Lula sabia da corrupção e mensalão". Livro de Mujica faz referência ao mensalão no Brasil

As declarações do ex-presidente do Uruguai e amigo de Lula só confirmam o que a Veja já dizia, "Lula sabia" do mensalão, e as investigações da Lava-jato tem deixado bem visível que Dilma sabia do "petrolão", e, diferente do que Lula andou dizendo, "que deveriam acender uma vela por dia em sua 'homenagem'", se as pessoas acendessem vela para um 'ser vivo', aí talvez deveriam é ascender uma vela ao juiz Moro e uma também aos jornalistas da Veja, revista que ano passado tentou nos alertar sobre a verdade que esse governo queria esconder, de que "Lula e Dilma sabiam", e outra verdade é que no mínimo esses presidentes sempre observaram a corrupção rolar solta e nada fizeram para impedir, apenas tiraram proveito, pois ambos foram muito beneficiados com doações para campanha e outras gigantescas regalias. Agora que a PF e MP acabou descobrindo toda a corrupção que não coube embaixo do tapete, aí esse partido sujo e a presidenta tentam mentir que é o governo que investiga, inclusive mentem que o PT criou a CGU para investigar, quando na verdade fazem campanha política para parar e dificultar investigações, inclusive estão preparando uma ação judicial contra o juiz Moro.

Do Chile, presidente Mujica diz que Lula sabia do mensalão

Autor de livro sobre Mujica confirma referência ao mensalão: 'temos tudo mais que confirmado'

Andrés Danza, um dos autores do livro 'Una Oveja Negra al Poder'(Uma Ovelha Negra no Poder), confirmou à revista Veja a declaração do ex-presidente uruguaio, José Mujica, de que Lula se referia ao mensalão quando justificou a corrupção em seu governo.

Uma frase de Danza publicada no site G1 nesta sexta-feira deu a falsa impressão de que ele estava negando o conteúdo do livro. Na frase em questão ("Não, Lula estava falando sobre as 'coisas imorais' e não sobre o mensalão. O que Lula transmitiu ao Mujica foi que é difícil governar o Brasil sem conviver com chantagens e 'coisas imorais'"), Danza apenas esclareceu que Lula não tinha usado especificamente a palavra "mensalão", embora tenha ficado claro para Mujica que era exatamente a esse escândalo que o brasileiro se referia.

Quem conhece Lula e viu ele falar muitas vezes sabe muito bem que ser direto não é o forte, nas raras vezes que ele é direto é em atacar a oposição, mas, se o presidente do Uruguai estava conversando com ele em época de escândalo do mensalão e entendeu que Lula estava falando sobre o fato, pode-se saber muito bem, quem quiser se iludir que Lula é um 'santo', que o faça, mas a verdade é a verdade, para petistas, o mensalão era normal, assim como todos os atos errados deles, veja a parte mais importante, onde um dos autores do livro confirma que conversavam sobre corrupção e essa conversa incluía o mensalão:
Lula não usou especificamente a expressão "mensalão". Ele disse que a corrupção é alta no Brasil e que um presidente tem de lidar com questões imorais e chantagens. Embora a confissão que Lula fez sobre corrupção tenha sido genérica, para Mujica ficou claro que ele estava se referindo especificamente ao mensalão

Ao relatar a conversa aos jornalistas que escreveram o livro, Mujica associou imediatamente a confissão ao escândalo que levou à prisão algumas das principais lideranças do PT e do governo Lula, como José Dirceu, José Genoino e João Paulo Cunha. A seguir, a entrevista de Danza a VEJA:

O jornal O Globo publicou uma reportagem sobre seu livro, que causou muita repercussão porque revelou o conteúdo de uma conversa entre o ex-presidente José Mujica e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nele está a revelação de que Lula sabia o que se passou...

No mensalão.


Sim. Quais são os detalhes dessa conversa?
Foi uma conversa que Mujica teve com Lula antes de assumir a presidência do Uruguai, em 2010. Mujica viajou ao Brasil com o vice-presidente Danilo Astori. A conversa foi em Brasília. Mujica conta que Lula lhe disse que como presidente teve de lidar com questões imorais e chantagens, e que essa é a forma de governar o Brasil. Lula não usou especificamente a expressão "mensalão". Ele disse que a corrupção é alta no Brasil e que um presidente tem de lidar com questões imorais e chantagens. Embora a confissão que Lula fez sobre corrupção tenha sido genérica, para Mujica ficou claro que ele estava se referindo especificamente ao mensalão. Mujica disse a Lula que isso é algo típico de muitos países.

Como Mujica avaliou a afirmação de Lula de que não há como governar sem corrupção?
Mujica se preocupa com a corrupção. Vive de forma humilde e a combate. Ele não a defende. Mas ele defende Lula, com quem tem uma relação muito próxima. Ele considera que Lula não é corrupto e o vê como padrinho. Ele entende que Lula teve de conviver com a corrupção.
Fontes: Veja, O Globo, Folha Política



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...